Feliz natal_alex cross_james patterson_leituranarede 1

Sei que estamos um pouco longe da época natalina, mas adoro o Natal e ler histórias, ver filmes que se passam nessa época me deixam na expectativa do próximo Natal chegar logo.

Feliz Natal, Alex Cross, de James Patterson, narra duas histórias que acontecem com o famoso detetive na véspera e no próprio dia de Natal. Tudo o que Alex Cross mais quer é passar as comemorações com a sua família, mas o mundo não pára e a criminalidade continua correndo solta por aí.

Dizem que dá sorte quando neva na véspera de Natal. Não costumo acreditar nesse tipo de superstição, mas, se fosse verdade este seria um dos melhores Natais da minha vida.

Coitado do detetive, logo recebe uma ligação solicitando sua presença num bairro nobre de Washington para lidar com um ex-advogado psicopata e viciado em metanfetamina que fez sua família de refém e ameaça matar a ex-mulher e os filhos antes do Papai Noel chegar.

Cross deixa então sua família durante a ceia de Natal e vai para o local do crime para ajudar a equipe do FBI a negociar com o criminoso e livrar os inocentes daquela enrascada. Mas nada é tão simples de se resolver ao se depararem com um lunático que não tem nada a perder.

No dia seguinte, no próprio dia do Natal, o detetive é novamente convocado pelo FBI para ajudar na captura da terrorista Hala Al Dossari que está na estação de trem de Washington prestes a colocar o seu plano em ação e a vida e segurança da população em risco.

Alguns capítulos da obra são narrados em 1ª pessoa, tendo o personagem principal Alex Cross narrando os acontecimentos. Nestes capítulos conseguimos entrar em seus pensamentos e saber seus medos, receios e anseios.

Outros capítulos são narrados em 3ª pessoa, como um narrador onisciente seletivo, ou seja, os fatos são narrados com a preocupação de descrever os pensamentos e impressões dos personagens, porém como alguém que conhece tudo, mas não faz parte da história.

Foi o primeiro livro que li do autor James Patterson, que é um dos escritores mais vendidos no mundo e tem seus livros traduzidos e vendidos em mais de 100 países.

A história é bem conduzida, num ritmo acelerado, que condiz com a ação que ocorre na narrativa. Porém, não achei nada de espetacular. É uma boa distração. Com certeza ainda lerei outras obras do autor. Quem está afim de ler uma história de acontecimentos rápidos, capítulos curtos, com ação e suspense, vale a pena a leitura.

  • Título original: Merry Christmas, Alex Cross
  • Editora: Arqueiro
  • Número de páginas: 176
  • Ano: 2013
  • Gênero: Ficção americana (Thriller de suspense)
  • Rating: 3 estrelas

2 Comments on RESENHA: Feliz Natal, Alex Cross, de James Patterson

  1. Duda Menezes
    28/07/2015 at 00:03 (2 anos ago)

    Olá, Mari!
    Já li 4 livros de James Patterson: gostei de 2, não gostei de 2 kkkkk
    Ele escreve MUITA coisa (inclusive com os ghostwriters lá), então é normal essa oscilação. rs
    Acho que os primeiros thrillers da carreira dele devem ser muito bons, como Beijos que matam e Na teia da aranha (que viraram filmes legais). Mas, com o tempo, o homem virou uma máquina de fazer livros e deve ter dado uma decaída na qualidade, fico meio receosa com alguns livros dele.
    Seu blog está lindo =)
    beijão

    Responder
    • Mariana Fieri
      29/07/2015 at 15:27 (2 anos ago)

      Oi Duda linda!! Obrigada pela dica! Eu vou procurar um desses thrillers mais antigos que ele escreveu para ver como era a escrita antes. Achei que faltou um temperinho a mais neste aí que eu li. Vou tentar de novo rsrs Obrigada pela visita! Que bom que gostou do blog!
      Bjoos!

      Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *